Visual Social Manifesto

2013-01-17 21.32.40

Debruço-me sobre o balanço deste projeto em forma de blog pouco tempo depois de o ter lançado. Dizem que os blogs são corridas de fundo. As estatísticas do Portugal4Sale demonstram isso, contudo, as expectativas tem vindo a ser sobejamente superadas. Entenda-se que não quisemos com este blog lançar uma plataforma comercial, muito menos colocar-nos em bicos de pés por protagonismo (note-se que qualquer um destes cenários seriam bem-vindo!).

Este blog, como de resto se apresenta na página de introdução, surge como escape e foco do autor (eu-zinho) para explorar a via fotográfica – entenda-se numa abordagem de lazer e experiência (não como pseudo-entendido) – ao mesmo tempo que permitiria  manifestar em forma de manifesto uma indignação do retrato em que a sociedade portuguesa se encontrava (e encontra) tal são as várias e infindáveis casas à venda por todo o país. Nesta realidade, muitos sinais “vende-se” foram sendo registados quase como uma peste, na sua evolução de propagação sem fim e sem racionalidade. Neste caminho, foram sendo acumulados alguns exemplares bem divertidos, peculiares ou até artísticos, quiçá, de elevado valor pela sua genialidade de produção ou estética. Foram mesmo muitos os exemplos recolhidos em poucos meses e sempre com potencial de surpreender.

E assim fomos avançando, desde que em setembro nos lançámos. Para o bem ou para o mal, preparámo-nos para a dita maratona, sem grandes expectativas do seu resultado e alcance.

Hoje, ainda com a corrida nos primeiros metros, este blog tem uma comunidade com leitores em mais de 16 países (!!), com quase 500 visitantes individuais nestes 3 meses (OK, é pouco em termos absolutos e falando de Internet, mas como nós vemos o copo sempre meio cheio vemos aqui um número interessante para quem nada esperava e  nada ter feito pela sua divulgação), para além de quase uma dezena de contribuintes que nos enviam de todo o país as suas fotos para este projeto.

Neste momento, recordamos que o que custa é o arranque, e esse já está feito! Gostávamos que outros seguissem o mesmo percurso como eu com este Blog. Por isso partilhamos um dos últimos incentivos que motivou que avançasse das palavras para a ação. Foi precisamente uma imagem divulgada na edição de 16 de setembro de 2012 do Jornal Público em que a ideia que se ia formando para este Visual Social Manifesto era traduzida em imagem. Era pois a frase final “Portugal vende-se” escrito nas paredes. Para mim foi o remate e o incentivo para não adiar esta ideia.

Advertisements

Tags: , , , , ,

About GLNT

A street stroller, passioned about Portugal, that has a camera ready to collect the best of life on photo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: